Alojamento

calendarerase
calendarerase
| Procurar |

Diretório de Empresas


Emprego

Publicite Aqui

Couto de Esteves - A Terra e as Gentes PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 


Terra antiga, com monumentos megalíticos, com foral concedido por D. Teresa e D. Afonso Henriques, Couto de Esteves, que já foi sede de Concelho e mantém o estatuto de Vila, espraia-se na encosta que, na margem direita do rio Vouga, se inclina suavemente para beijar as águas refrescantes, por enquanto razoavelmente límpidas e cristalinas, que fluem mansamente no fundo do vale com o desígnio eterno de chegar e levar vida à Ria de Aveiro.

A encosta, atravessada por numerosos cursos de água, soalheira, arborizada, verdejante, salpicada pelo casario habitado por gente trabalhadora, honrada, generosa, hospitaleira, é um sítio agradável para viver que vale a pena visitar.

Mas o património de Couto de Esteves, que não é apenas de natureza material e não se confina ao espaço territorial delimitado pelas fronteiras administrativas da freguesia, estende-se por uma vasta região, até onde o olhar encontra as encostas que, na Serra da Freita e nas fraldas da Serra do Caramulo, sobem até chegar aos cumes das montanhas. Com efeito, a Couto de Esteves jamais será possível retirar o privilégio de poder contemplar com natural deslumbramento aquelas encostas distantes vestidas com tons de cinzento de superfícies rochosas, escarpadas e áridas, entremeados com tons de verde de luxuriante vegetação realçados durante o dia pela dourada luz solar que dá mais brilho ao colorido das casas de numerosas povoações cuja presença viva, à noite, no seio do imenso vale adormecido, é assinalada por constelações de cintilantes pontos de luz que avivam o diáfano brilho do luar.

Actualmente, por estradas com boas condições de circulação, serpenteando pelas encostas, é fácil chegar a Couto de Esteves, no coração do Vale do Vouga, onde, longe dos efeitos deletérios da poluição e do burburinho dos grandes centros urbanos, respirando o ar puro das montanhas no silêncio da natureza, se podem apreciar os sabores da gastronomia regional, nomeadamente da vitela e do cabrito assados no forno de lenha, e, com o corpo e a alma reconfortados, com novo fôlego, contemplar e desfrutar os encantos de uma região que desde tempos pré-históricos têm atraído o homem.

Herdado pelas actuais gerações, este património, que a Liga dos Amigos e dos Naturais de Couto de Esteves está empenhada em preservar e transmitir, melhorado e modernizado, às futuras gerações, é uma herança admirável, dificilmente igualável.

António Pereira Cancela


Share
 
Font changer Font changer Font changer
Portuguese English French German Spanish

Atualidade

Visitas

HojeHoje104
Esta SemanaEsta Semana1570
Este MêsEste Mês7012
TOTALTOTAL1177999
Statistik created: 2021-07-24T08:43:28+00:00
Webfeel